terça-feira, 16 de julho de 2013

#Resenha; A culpa é das estrelas

Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Nº Paginas: 288
Ano publ.: 2012

"Chegará uma época em que não restarão seres humanos para recordar que alguém sequer existiu. Não sobrará ninguém nem para recordar Aristóteles ou Cleópatra, quanto mais a ti."
 Hazel Grace é uma vítima de um câncer terminal sem muitas expectativas, conformada com o fim e desiludida de esperanças, a unica coisa que Hazel quer neste momento é viver o fim de sua vida ao lado dos pais. Depois de muita insistência por parte de sua mãe, Hazel decide ceder e comparecer a um grupo de apoio a crianças com câncer que acontece todas as quartas, em uma das reuniões Hazel conhece o Augustus Waters por intermédio de Isaac (que também frequenta o mesmo e com quem tem uma afinidade bem limitada mas de longe é o caso mais próximo de amizade que ela possuí), Augustus aparece para transformar a vida de Hazel de tal forma, que apenas quem lê é capaz de entender.
Hazel Grace tem 16 anos, câncer terminal, vive por um milagre com seu cilindro móvel de oxigênio, viciada no reality show America's Next Top Model, seu livro favorito é Uma Aflição Imperial, cujo o autor é considerado seu terceiro melhor amigo (Peter Von Houten), sempre ao lado de sua mãe Hazel faz faculdade, vai ao shopping raramente e sempre se privando de interações sociais.
Augustus Waters 17 anos é o melhor amigo de Isaac, ele está em remissão de um câncer que afeta os ossos que lhe levou a amputar a perna direita, gosta de videos games, livros e musica, gosta de metáforas, possui algumas manias engraçadas, ah, ele jogava basquete e dirige muito mal.
Isaac é um dos garotos que frequenta regularmente o grupo de apoio, enlouquecidamente apaixonado por sua namorada, sofre um câncer nos olhos que faz com que agora ele se prepare para passar por uma cirurgia que o deixará cego!
Pais de Hazel (cujo o nome eu não lembro e o meu livro está emprestado, me desculpem) são protetores, uma mãe sombra que sempre está aos rastros de Hazel e um pai sensível e amável.
Peter Von Houten, uma figura a parte.

Bom, o que falar deste livro? Eu apenas me apaixonei...
Não sei bem o que descrever, mas a cada pagina eu tinha mais medo de chegar ao fim, um livro super feliz, cheio de toda positividade, tinha horas que eu me perguntava, John Green, por que seus personagens sofrem tanto meu? Mas é um livro, que como descreve a capa, você vai rir, chorar e querer MUITO mais.
A leitura é bem fácil, uma história que cativante e no ponto certo, para ser bem sincero eu não sei o que falar, pois tenho medo de que o que eu venha a falar estrague o livro ou não seja capaz de descrevê-lo a altura do que ele é, mas vou tentar.
O Título "A culpa é das estrelas" é referente ao texto de Willian Shakespeare "A culpa, meu caro Bruto, não é de nossas estrelas / Mas de nós mesmos, que consentimos em ser inferiores." onde "estrelas" significa "destino" dando a culpa não ao destino e sim a nós mesmos. Mas John Green contra diz, afirmando que a culpa é das estrelas sim, mostrando o sofrimento desnecessário de pessoas inocentes que como ele mesmo diz, só deram azar, e daí surgiu o titulo.
Cada personagem com sua história me fez se apaixonar de uma forma diferente, Hazel, Augustus, Isaac, até mesmo o Peter... Esse livro trouxe todos os meus sentidos a fora, eu ri e ri muito, eu chorei, sim o primeiro livro que me fez chorar, e no final eu fiquei com tanta raiva que me deu vontade de rasgar o exemplar, ir na casa do John e xingar muito, pois é.
Eu espero que todos os que tem acesso ao mesmo leiam e se apaixonem também, sintam na pele aquilo que os personagens viveram, eu espero que vocês não percam essa oportunidade. Quem não tem o livro, compre, quem não pode comprar, empreste, dê um jeito, mas por favor, leiam e repassem, pois é mais que uma história fictícia bonita, é uma correção de ações, de pensamentos, que se bem aproveitado pelo leitor, 
faria até um dos piores ladrões, um homem de bem!
Eu me sinto incapaz de falar deste livro, porém aqui está alguém que descreveu meus pensamentos, tirando a parte em que ela queria um augustus e mudando pra Hazel, a Vitória do canal aViviu, que eu insisto em querer chamar de vivi. (No vídeo ela não fala só deste livro, mas é uns 80% por cento e incentivo a ver até o final e ver como é o trabalho incrível da mesma.)
Blog: http://aviviu.com.br
Twitter: http://twitter.com/vivicki
Façam uma visita, vocês vão adorar!

10 comentários:

  1. Tive a mesma vontade de ir lá pedir para que ele continuasse a história :( até ela ter um milhão de páginas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? Obrigado por que você me entende! kkkkkkk

      Excluir
  2. Amooooooooooooooooooooooooooo esse livro >< >< ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é incrível mesmo Tatiane! Continue acompanhando o blog, logo tem mais resenhas de obras do John Green

      Excluir
  3. Já li o livro e concordo com sua resenha. Não sabia da origem do título, agora tudo faz sentido uahsuashusha
    Estou seguindo seu blog, gostei muito.
    Beijos :d
    http://desfocandoideias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre assim mesmo kkkkkkkk. Um detalhe ou outro passa despercebido no livro.
      Seja bem-vinda! *-*

      Excluir
  4. Vou ler com certeza esse livro pois é um dos quais muitas pessoas recomendam e falam muito bem dele. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia e depois lembre de me dizer o que achou!

      Excluir
    2. Pode deixar assim que eu ler vou falar mas só com seu blog já tenho uma nova lista de livros pra ler rsrs

      Excluir
  5. Finalmente li o livro é muito lindo mesmo, não tem como expressar o quão lindo é esse livro uma linda história de vida Amei muitoooo :)

    ResponderExcluir